quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Capa e Contracapa do Múltiplo 2 - Versão Original do Ciberpajé Edgar Franco

Como já é de praxe, a arte do Edgar Franco para a capa e contracapa do número 2 do Múltiplo disponível na versão original para download. Baixem, leiam e comentem o número 2 do fanzine online MÚLTIPLO 2.

MÚLTIPLO 2 - CLUBE DE AUTORES - VERSÃO IMPRESSA

Você pode adquirir a versão impressa do Múltiplo 2 no link abaixo: https://www.clubedeautores.com.br/book/224972--MULTIPLO_2#.WFqAQtIrL4Y

MÚLTIPLO 2 - ENTREVISTA COM LAUDO FERREIRA JR. e CAPA / CONTRACAPA DE EDGAR FRANCO

Múltiplo 2_Dezembro 2016 by Múltiplozine on Scribd

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Troféu Angelo Agostini - 33ª Edição

Aberta a votação para o 33º prêmio Angelo Agostini A votação do 33º prêmio Angelo Agostini está aberta a qualquer pessoa. Podem votar quadrinista (profissional ou amador), estudioso, colecionador, aficionado pelo quadrinho nacional, leitores de gibis em geral e qualquer pessoa interessada. Para votar, acesse o link abaixo: http://aqcsp.blogspot.com.br/2016/12/aberta-votacao-para-o-33-premio-angelo.html

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

MÚLTIPLO ON-LINE - COMO FUNCIONA?

Então, como a maioria já sabe, o Múltiplo está de volta! E agora com novidades cada vez mais interessantes... mas dentre elas, a principal mudança, é que o Fanzine agora pode ser visto on-line, gratuitamente e distribuído com mais rapidez e fidelidade ao compromisso de divulgar o quadrinho nacional e outras formas de arte. Mas como funciona para o artista colaborar? Como funciona para o leitor adquirir o fanzine on-line e impresso? Bom, para o artista, tudo é muito simples, basta que ele envie por e-mail (andrecarim@outlook.com / k.rim.andre@gmailc.om) ou pelo Facebook (https://www.facebook.com/andrecarim) a sua HQ, artigo, ilustração, entre outros trabalhos... esse envio, principalmente se for HQ ou ilustração, deverá ser em digitalização alta, com boa qualidade, para que na hora de inserir no fanzine não perca a essência do trabalho do artista. O leitor, por sua vez, pode adquirir o fanzine acessando esse blog e baixando o PDF que está publicado, podendo ler a edição no computador, tablet, celular, enfim, em qualquer dispositivo suportado para o formato PDF. Como sei que há aqueles que gostam do "cheirinho" da revista impressa, e eu me incluo nestes, disponibilizei duas formas para o leitor comprar o seu exemplar: 1ª) Pelo Clube de Autores, onde o fanzine é publicado em forma de livreto, basta procurar lá no site pelo meu nome ou pelo nome do fanzine, acessar sua conta, se não tiver é só se cadastrar e pedir o fanzine através das formas de pagamento existentes no site; e 2ª) Pela Editora Universo, onde o PDF poderá ser enviado ao editor por mim e o leitor adquirir o exemplar diretamente com a editora. Existe, neste caso, um porém, como eles só atendem a um pedido mínimo de dez exemplares, e caso o leitor (o que é mais certo), não vá adquirir tantos exemplares de um mesmo número do fanzine, posso intermediar esse negócio, bastando que o leitor interessado deixe o nome, daí quando juntar o número mínimo faço o pedido e depois envio o fanzine pelo Correio. Vale lembrar ainda que pela Editora Universo, o número 1, por exemplo, saiu a R$ 6,60 + frete, e pelo Clube de Autores esse mesmo fanzine sai a R$ 32,98 + frete, uma diferença considerável, embora sejam de materiais impressos diferentes. Bom, deixem seus comentários, sugestões, avaliações do trabalho e fico à disposição para qualquer esclarecimento. Abraço a todos e ótima leitura...

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

MÚLTIPLO 2 À VISTA, GALERA...

Dizem por estas bandas que mineiro é povo desconfiado de tudo... e nada melhor para acabar com a desconfiança do que a persistência e a periodicidade de alguma coisa... então, é assim que quero levar esse projeto, mas a tua ajuda é fundamental... então, mãos à obra, divulgue, comente, distribua o material entre os amigos...

QUADRITOS 11 e 12

A Editora Atomic disponibilizou agora em dezembro dois fanzines, publicados em 2013 e 2014 em PDF para os amantes dos Quadrinhos poderem rever. Quadritos 11 traz em destaque a volta da personagem Michèlle, a Vampira em aventuras inéditas e uma megaentrevista com Flávio Calazans. O Fanzine editado por Marcos Freitas, veterano dos anos 1980, traz 100 páginas muito bem impressas e capas em cores. Assinam trabalhos os quadrinhistas brasileiros Emir Ribeiro, Bira, Flávio Calazans, Gazy Andraus, Luciano Irrthum, Henrique Magalhães, Edgard Guimarães, Marcos Freitas e Batata, além de uma aventura de Cobalt 60, do norte americano Vaughn Bodé. Artigos sobre o filme Amarcord, de Fellini e as tiras de Jack Kirby, entre outras atrações. A capa ficou a cargo de Emir Ribeiro. Quadritos 12 saiu com 100 unidades, formato 15x21, capa color e miolo preto e branco, lombada Hot Melt. O destaque é a entrevista e os quadrinhos de Edgar Franco, o Ciberpajé. Muitas colaborações e as seções tradicionais também estão presentes. No blog tem a divulgação de Danielle Barros, que vai estrear em Quadritos 13 com HQ (Marcos Freitas). Blog: http://atomiceditora.blogspot.com.br/ Links dos fanzines: http://www.mediafire.com/file/994dbxc2z2kv721/Quadritos+12.pdf e http://www.mediafire.com/file/ghkb2f58b59bg9y/Quadritos_11.pdf

CABAL nº 01 – CLODOALDO CRUZ

PROJETO IFANZINE e FANZINE PEIBÊ

Coordenador: Alberto de Souza (Beralto) Administrativos envolvidos: 02 - O próprio coordenador e, informalmente, a jornalista Valdênia Lins. Docentes envolvidos: (05) Através de parcerias promovidas pelo projeto no desenvolvimento de publicações que integram ensino/pesquisa/extensão, utilizando o processo criativo/autoral dos fanzines e histórias em quadrinhos na criação de narrativas poético-filosóficas, ilustrações, HQs, HQ aforismos com temática livre no zine PEIBÊ e, quando em parcerias com outros projetos, com temas pré-definidos, como no exemplo dos zines Traços de Memória, Café Filosófico e Afroindi. Estudantes envolvidos: Diretamente 04 estudantes (bolsistas hoje voluntários, pois o IFF Macaé não disponibiliza mais bolsa de extensão). Fora os bolsistas voluntários oficiais, temos o envolvimento de centenas de estudantes do próprio campus, de escolas da rede pública municipal e estadual de Macaé, Rio das Ostras, Casimiro de Abreu e Cabo Frio, pois dinamizamos continuamente oficinas de fanzine a pedido das escolas da região. Somente no corrente ano já realizamos 21 oficinas, lançamento com seção de autógrafos e mostra de zines, sendo mais de 1800 estudantes atendidos. Tempo de existência: 4 anos. Desempenho dos estudantes-bolsistas: Dos quatro bolsistas, uma está há 2 anos, os demais integraram-se este ano e todos apresentam excelente desempenho e já contam com seus trabalhos autorais de histórias em quadrinhos publicados nas revistas editadas pelo projeto e em publicações de instituições parceiras, como o Gibiozine, revista de quadrinhos editada pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) em Sorocaba. A referida revista aborda temas relacionados com Ciências Biológicas em forma de quadrinhos. Os estudantes têm no projeto o incentivo à produção textual autoral, desenvolver seus talentos na elaboração de ilustrações, cartuns e quadrinhos. Acompanham e protagonizam oficinas de fanzine que o projeto realiza constantemente apresentando a estudantes, docentes e público externo em geral o mecanismo criativo/autoral dos zines como ferramenta a serviço do ensino-aprendizado e mídia contra hegemônica aplicável em inúmeras vertentes culturais, contra culturais e comunicacionais educativas. Destacamos o exemplo de envolvimento da estudante Sara Gaspar. Neste ano de 2016 o projeto recebeu um troféu de repercussão nacional, pela revista PEIBÊ. O Troféu Ângelo Agostini foi conferido ao projeto na categoria zine de quadrinhos, havendo cerimônia de premiação em São Paulo, no Memorial da América Latina no dia 30 de janeiro. A estudante não dispôs de apoio da instituição e foi com recursos próprios ao evento junto com o coordenador do projeto pois seu nível de pertencimento é evidente, sobretudo nos trabalhos que vem publicando no projeto e em outros espaços resultantes da visibilidade e articulação do projeto IFanzine com pesquisadores, docentes, artistas e entusiastas da arte dos quadrinhos. O projeto tem desenvolvido parcerias com outras instituições tais como UFG/FAV; Fiocruz; Unimesp/SP; UFSCar/SP; além das escolas da rede pública de ensino da região. Em todas as atividades em que o projeto se envolve temos a participação direta e ativa dos estudantes. Participam da produção editorial das revistas editadas pelo projeto. A culminância dos trabalhos que desenvolvem se dá nas sessões de autógrafos, denominadas "rituais de presença", nas quais os estudantes autografam os fanzines editados pelo projeto, em eventos nos quais os distribuímos para o público interessado, assumindo sua condição de autor (a) uma vez que a proposta do fanzine, fundamentada no lema "faça você mesmo" proporciona este mecanismo de estímulo a autoralidade. https://www.facebook.com/iffanzine/?ref=ts&fref=ts

QI 141 (QUADRINHOS INDEPENDENTES – EDGAR GUIMARÃES)

O fanzine QI (inicialmente chamado Informativo de Quadrinhos Independentes) foi lançado em janeiro de 1993 como uma publicação de divulgação de edições independentes, principalmente de Quadrinhos. Bimestral desde o início, começou gratuito, depois foi ganhando corpo e passou a ter algum custo para o leitor. A partir do número 40, ganhou aspecto de revista e a partir do número 101 passou a adotar o sistema de assinatura anual. Saindo regularmente há mais de 20 anos, sempre em versão impressa, agora, graças à oferta de Henrique Magalhães e a Marca de Fantasia, o QI passará a ser oferecido em versão digital, em arquivo PDF. A versão impressa continuará sendo publicada, ao custo de R$ 25,00 a assinatura anual, correspondente a 6 edições, quase sempre acompanhadas de encartes e suplementos especiais. Mais informações pelo e-mail edgard@ita.br (Resenha do site “Marca de Fantasia”: http://marcadefantasia.com/camaradas/qi/quadrinhos-independentes.html

GRAPHIC PADA ZÉ GATÃO – EDUARDO SCHLOESSER

Em 22 de julho de 2011, a P.A.D.A. (Produtora Artística de Desenhistas e Associados) lançou um novo selo chamado GRAPHIC PADA, exclusivo para edições especialíssimas. E, através de uma parceria com o artista EDUARDO SCHLOESSER, a edição de estreia foi a GRAPHIC PADA ZÉ GATÃO. A edição produzida pela P.A.D.A. teve uma tiragem limitadíssima e, até hoje, os leitores tem tido dificuldade de encontrar os exemplares que são verdadeiras edições de colecionador. Felizmente, para estes interessados e para os novos leitores que ainda não tiveram a oportunidade de conhecer este vigoroso exemplo de quadrinho nacional, a P.A.D.A. está lançando através da catarse uma segunda tiragem ainda mais exclusiva da GRAPHIC PADA ZÉ GATÃO. ZÉ GATÃO é um personagem de um universo antropomórfico, mestiço de gato com lince, criado por EDUARDO SCHLOESSER em junho de 1992. Em suas aventuras, ZÉ GATÃO sempre está envolvido em muita violência e questões filosóficas, questionando-se e questionando o mundo em que vive. Além da GRAPHIC PADA, o ZÉ GATÃO já foi publicado de forma independente pelo autor e também por grandes editoras do mercado nacional como a VIA LETTERA e a DEVIR. EDUARDO SCHLOESSER e ZÉ GATÃO são os melhores exemplos do quadrinho sem concessão. De quadrinho autoral, fiel às suas raízes artísticas e que dá voz às angústias e anseios pessoais de quem escreve e de quem lê, criando uma interação difícil de se encontrar em grande parte dos quadrinhos comerciais publicados em ritmo de produção que negligencia a observação crítica da vida moderna. Site da Catarse: https://www.catarse.me/pt/graphic_pada_ze_gatao

CADERNOS DE VIAGEM – LAUDO FERREIRA JR.

Algumas coisas ruins, que acontecem na infância, podem ser carregadas o resto da vida. E conforme as pessoas vão crescendo e amadurecendo, acabam se tornando problemas muitas vezes maiores. Essa é a premissa de “Cadernos de Viagem – Anotações e Experiências do Psiconauta”, novo trabalho de Laudo Ferreira Jr. “Cadernos de Viagem” mostra vários momentos da vida do personagem Miguel (o psiconauta do subtítulo), desde a infância até a maturidade, passando por situações adversas, como crise profissional e pessoal, envolvimento com drogas, o encontro com a arte; tudo permeado pela busca de um entendimento com a figura paterna. O termo psiconauta significa “navegador da mente”, uma pessoa que usa estados alterados da consciência para encontrar respostas para questões espirituais e pessoais. E é dentro deste princípio, através de práticas xamânicas, que Miguel busca sua cura pessoal. À venda no site da Livraria Cultura: http://www.livrariacultura.com.br/p/cadernos-de-viagem-46398472?id_link=13780&utm_source=soclminer&utm_campaign=soclbounce_soclbounce&utm_medium=soclbounce&smid=4-10

MÚLTIPLO 2... TÁ CHEGANDO...

E mais uma edição online do Múltiplo está chegando, dessa vez com mais páginas e uma variedade muito grande de artistas, divulgação de trabalhos, entrevista super especial e a certeza desse presente de Natal para mim, a consolidação de uma ideia que já vinha há muito tempo martelando minha mente e que com certeza, será a realidade definitiva por aqui... venham, participem, divulguem, a casa é de vocês... abração e até o início do ano...
Uma coisa é certa, uma imagem vale mais do que mil palavras, como já diziam os chineses... mas há também o mais interessante desse projeto de um fanzine online, ao alcance de todos e com a ideia central de valorização dos quadrinhos nacionais, mas também da arte em si... que os projetos que tenho em mente alcance acima de tudo os corações de todos e que possamos nos anos seguintes brindar ao Universo de HQs com o surgimento de mais e mais artistas...

Cartilha de Direito Autoral

NOVA CARTILHA DE DIREITO AUTORAL É PRESENTE DE NATAL A AQC gostaria de informar que está em edição final um novo manual -ampliado e atualizado- do que todo quadrinhista, cartunista ou ilustrador deve saber sobre Direito Autoral. É um presente de 2016, mas só será entregue no ano que vem, como explicaremos a seguir. O responsável por reescrever este trabalho fundamental para a nossa categoria é ninguém menos que Flavio Calazans: bacharel em direito e comunicação, professor doutor, chargista, fanzineiro e quadrinhista (criador do fanzine Barata de Santos, dos álbuns A Guerra dos Golfinhos, Sumidouro, A Guerra das Ideias, Absurdo, entre muitas outras) e membro da diretoria da AQC nos anos 80. Leia toda a matéria no Blog da AQC no link abaixo: http://aqcsp.blogspot.com.br/2016/12/nova-cartilha-de-direito-autoral-e.html